Fórum Estadual de Roraima

  • Noticias

  • Agenda

  • Biblioteca

  • Contato

Notícia

05/12/2017 15:13:55 - Atualizado em 06/12/2017 08:43:39


Pela segunda vez em dois meses, fiscalização flagra trabalho infantil no lixão de Boa Vista

Operação do Ministério do Trabalho e da Polícia Rodoviária Federal encontra quatro adolescentes trabalhando no local

Ação de fiscalização localizou quatro adolescentes, entre 14 e 16 anos, trabalhando na coleta de lixo em Boa Vista, capital de Roraima. A operação foi realizada em conjunto pelo Ministério do Trabalho e pela Polícia Rodoviária Federal no último sábado (2), no Lixão da cidade. A atividade é uma das 97 piores formas de trabalho infantil listadas no Decreto 6.481/2008.
 
Uma adolescente de 15 anos relatou que havia chegado ao lixão às 19h do dia anterior e, até o momento da inspeção, por volta das 10h30, ainda não havia sido abordada por nenhum empregado da empresa que administra o Lixão. Após entrevista, a adolescente foi encaminhada ao Conselho Tutelar e o caso foi registrado na Delegacia. Os demais adolescentes fugiram do local após serem entrevistados pela equipe da operação. A cerca tem aberturas que permitem a entrada de pessoas no local.
 
O lixão de Boa Vista foi interditado em outubro pelo Grupo Móvel de Combate ao Trabalho Infantil, formado por auditores-fiscais do Trabalho, após serem constatadas diversas irregularidades no local, inclusive trabalho infantil. 
 
Hoje o funcionamento do lixão está amparado por decisão da Justiça do Trabalho, que manteve todas as exigências relacionadas no termo de interdição, entregue à empresa que administra o local.
 
Para a coordenadora do Projeto de Combate ao Trabalho Infantil em Roraima e a auditora-fiscal do Trabalho, Thais Castilho, o combate ao trabalho infantil no lixão só será possível com o envolvimento de toda a rede local de proteção à criança e ao adolescente. “É necessário que cada órgão realize as medidas cabíveis para a efetiva proteção dos adolescentes que ainda encontramos no local”.


Deixe seu comentário

Login

Comentários (1)

Antonio Ferreira

06 de Dezembro de 2017 às 14:46:28
A união de esforços de instituições dedicadas à proteção de crianças e adolescentes será indispensável nesse caso.

Destaques

CONTAG repudia proposta de modalidade de ensino à distância no campo

Educação do campo precisa acontecer no campo e com currículos escolares ajustados ao contexto e à realidade dos povos do campo

MIEIB lança nota pública em defesa da democracia e dos direitos humanos

Nota refere-se ao contexto das eleições para Presidência do Brasil

FNPETI realiza última plenária do ano

Organizações integrantes se reúnem para balanço das ações de 2018 e planejamento do próximo ano

SINAIT comemora 30 anos de existência com seminário

“Seminário Internacional 30 anos da Constituição Cidadã e um ano da Reforma Trabalhista” reúne especialistas em Brasília