Fórum Estadual do Rio de Janeiro

  • Noticias

  • Agenda

  • Biblioteca

  • Contato

Notícia

23/02/2017 20:26:28 - Atualizado em 23/02/2017 20:26:28


Prefeitura do Rio oferece abrigo para filhos de pessoas que vão trabalhar no sambódromo

A iniciativa visa a evitar que as crianças precisem ficar nas ruas acompanhando os pais, ou mesmo ajudando-os o que configura trabalho infantil

Mães e pais que estiverem trabalhando no carnaval da Sapucaí poderão deixar seus filhos em um abrigo conveniado pela prefeitura do Rio de Janeiro.
 
A iniciativa visa a evitar que as crianças precisem ficar nas ruas acompanhando os pais, ou mesmo ajudando-os o que configura trabalho infantil.
 
De acordo com a secretária municipal de Assistência Social e Direitos Humanos, Teresa Bergher,  o abrigamento temporário que reproduz um projeto realizado nas cidades sede da Copa do Mundo pode ser repetido em outras ocasiões.
 
A iniciativa foi anunciada durante o lançamento nacional da edição 2017 da campanha respeitar proteger e garantir do governo federal que convoca as pessoas a ficarem atentas e denunciarem qualquer suspeita de abuso cometido contra crianças e adolescentes.
 
De acordo com a secretária nacional de promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente, Claudia Vidigal,as peças serão reproduzidas em veículos de comunicação e também em aeroportos e rodoviárias.
 
A expectativa da campanha é conscientizar a população a denunciar qualquer situação de violação de direitos, especialmente a violência sexual, o trabalho infantil, o uso de álcool e drogas e a existência de crianças em situação de rua.
 
Além disso, busca alertar os pais e responsáveis para importância de prevenir o desaparecimento de meninos e meninas.
 

Fonte: Agência Brasil


Deixe seu comentário

Login

Comentários (0)

Destaques

Negros são maioria no trabalho infantil

Ao todo, 63% das crianças e adolescentes em situação de trabalho infantil são negros; no trabalho infantil doméstico, esse índice se acentua para 73,5%

“Por que devemos erradicar trabalho infantil?” é tema de Seminário em Vila Velha

O evento promovido pelo Feapeti acontecerá nos dias 20 e 21 de novembro, com a participação da secretária executiva do FNPETI, Isa Oliveira

Justiça decide que Zara é responsável por trabalho escravo flagrado em 2011

Sentença pode colocar empresa na ‘lista suja’ do Ministério do Trabalho. Marca vai recorrer

ONU solicita a revogação da portaria que limita a definição de trabalho escravo

Campanha Nacional pelo Direito à Educação e FNPETI corroboram com a avaliação das Nações Unidas