Fórum Estadual do Pará

  • Noticias

  • Agenda

  • Biblioteca

  • Contato

Notícia

20/11/2018 16:10:30 - Atualizado em 20/11/2018 16:10:30


Fórum Paraense debate causas e efeitos do trabalho infantil

Ações ocorrem entre os dias 27 e 29 de novembro e evolvem 16 municípios da região de Marajó

O Fórum Paraense de Erradicação do Trabalho Infantil e Proteção ao Trabalho do Adolescente, realiza, em parceria com a Secretaria de Estado de Assistência Social Trabalho, Emprego e Renda, Oficinas, Rodas de Conversa e Audiência Pública sobre as causas e os efeitos do trabalho infantil.  
 
As atividades envolverão os 16 municípios da região do Marajó e acontecerão em Melgaço, município que enfrenta graves violações de direitos, como a exploração sexual, além de ter o pior IDHM do país. Serão realizadas oficinas, rodas de conversa e audiência pública entre os dias 27 e 29 de novembro.
 
As ações terão como finalidade, dar oportunidade à população, técnicos, criança e adolescentes  dos municípios do Marajó a vivenciar experiências, capacitar-se, expor e  manifestar-se sobre a problemática do Trabalho Infantil na região e com isso chamar atenção dos gestores públicos, empresariado e sociedade civil, SGD, para a função de cada órgão da rede local e estadual no seu combate, ressaltando que o Ministério Público, a Defensoria Pública e o Tribunal Justiça serão articulados, via coordenação Estadual, a compor a audiência pública.
 
Participam da mobilização da rede de proteção da criança e adolescente e participação de representantes dos seguintes órgãos: Prefeitura, Secretaria Municipal de Assistência Social (CRAS, CREAS), Técnico de Referência do PETI, Secretaria de Saúde (gestores, técnicos e ACS), Secretaria de Educação, Conselho Municipal da Criança e do Adolescente - CMDCA, Conselho Tutelar, Polícia Militar (PROERD), Policia Civil, Bombeiro (PEV), Conselhos Setoriais, Conselho da Assistência Social, Ministério Público, Defensoria Pública, Tribunal de Justiça e ONGs que trabalhem com a temática, empresários locais.
 
 
LISTA DE MUNICÍPIOS PARTICIPANTES 
 
1. Cachoeira do Arari (Microrregião do Arari), 
2. Chaves (Microrregião do Arari), 
3. Muaná (Microrregião do Arari), 
4. Ponta de Pedras (Microrregião do Arari), 
5. Salvaterra (Microrregião do Arari), 
6. Santa Cruz do Arari (Microrregião do Arari), 
7. Soure (Microrregião do Arari),
8. Afuá (Microrregião de Furos de Breves),
9. Anajás (Microrregião de Furos de Breves), 
10. Breves (Microrregião de Furos de Breves), 
11. Curralinho (Microrregião de Furos de Breves), 
12. São Sebastião da Boa Vista (Microrregião de Furos de Breves), 
13. Bagre (Microrregião de Portel),
14. Gurupá (Microrregião de Portel),
15. Melgaço (Microrregião de Portel),
16. Portel (Microrregião de Portel).


Deixe seu comentário

Login

Comentários (2)

NORMA MIRANDA BARBOSA

06 de Dezembro de 2018 às 14:35:05
O FPETIPA realizou a A AÇÃO DE MOBILIZAÇÃO, SENSIBILIZAÇAO E ENFRENTAMENTO AS VIOLAÇÔES DE DIREITOS HUMANOS DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES/TRABALHO INFANTIL: ?CAUSAS E EFEITOS? PARA 16 MUNICIPIOS DA REGIÃO DO MARAJÓ/MELGAÇO? contou com a participação de SEASTER, MPT, MT, TRT, Breves, Melgaço, Gurupa, Curralinho e Portel, FPETIPA, CRAS,CREAS,CMDCA,Conselhos Tutelares, Educação, Saúde, gestores, vereadores.
1. Dia 27/11/2018 - Oficina Atividades: Lúdica, cultural e Pedagógica na orla de Melgaço, Valorizar o hábito de brincar como formade desenvolver princípios de solidariedade, companheirismo, parceria, união, desenvolvimento físico, mental e social pintura de rosto, pintura livre e colagem, jogo de futebol masculino, feminino, queimada, vôlei, corridas do ovo e do saco, confecção de cata vento, pintura e desenho retratando o trabalho infantil, mural com a exposição de trabalhos, retrando o trabalho infantil
Total de crianças e adolescentes envolvidas: 290
2. DIA 28/11/2018 - RODA DE CONVERSA: Sensibilizar os profissionais da rede socioassistencial, para o enfrentamento das situações de violações de direitos de crianças e adolescentes (MP, MT, TRT, SEASTER, FPETIPA)
Total de Participantes: 250
3. DIA 29/11/2018 ? Audiência Pública:
4. 1º Painel - "Trabalho Infantil: Causas e Efeitos "
2º Painel - " Os desafios da Aprendizagem no enfrentamento do Trabalho Infantil"
No segundo momento a plenária foi convidada a se manifestar a fim de contribuir para a efetivação de
ações concretas de redução do trabalho infantil na Região do Marajó
Após as manifestações dos participantes da plenária, os membros da mesa, que tiverem perguntas direcionadas, terão dois minutos no máximo para resposta,
Total de Participantes: 386
Total Geral do Público envolvido na ação: 926

clau

26 de Novembro de 2018 às 11:11:55
gostaria de saber local e endereço onde acontecerá o forum em melgaço

Destaques

FNPETI participa da 2ª Jornada Nacional de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora

Fórum aborda a vulnerabilidade de crianças e adolescentes em situação de trabalho infantil

Aumenta o número de crianças em situação de pobreza entre 2016 e 2017

IBGE divulga Síntese dos Indicadores Sociais. m 2017, dois em cada cinco trabalhadores do país eram informais

O gosto amargo do trabalho infantil e do trabalho escravo pode estar no chocolate

Para conscientizar os envolvidos na cadeia produtiva do cacau no Brasil, MPT e OIT divulgam pesquisa e documentário

Acesse o III Plano Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil e Proteção ao Adolescente Trabalhador

Plano abrange os anos de 2019 a 2022 e está disponível no site do FNPETI