Você está em: Página Inicial Notícias Meninos negros são maioria no trabalho infantil em Belo Horizonte
Document Actions

Meninos negros são maioria no trabalho infantil em Belo Horizonte

Dados parciais de um levantamento inédito da Fundação João Pinheiro mostram que Belo Horizonte concentra um terço das crianças mineiras que trabalham nas ruas. As atividades que detêm o maior número de meninos e meninas são o comércio ambulante, a mendicância e a exploração sexual infantil. De acordo com o pesquisador Frederico Ferreira, 64,4% das crianças que exercem funções de adultos em Minas são do sexo masculino, enquanto 59,1% são registradas como negros ou pardos. O secretário de Estado de Desenvolvimento Social, Custódio Matos, afirma que o levantamento servirá como base para a implementação da Política Estadual de Enfrentamento ao Trabalho Infantil. "Queremos dimensionar o problema e defini-lo com as peculiaridades das regiões, já que cada uma apresenta situações diferentes", explica. (Hoje em Dia, p.13, Eugênio Martins, 26/09/07)