Notícia

05/04/2018 10:41:46 - Atualizado em 05/04/2018 10:41:46


Organizações reativam Fórum do DF

Coletivo da Cidade e FNPETI articularam reunião. Próximo encontro será no final de abril

Representantes da sociedade civil, da universidade e do governo do Distrito Federal decidiram, em reunião na última quarta-feira (28), reativar o Fórum Distrital de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil.
 
Durante o encontro, organizado pelo Coletivo da Cidade com o apoio do FNPETI, Coracy Coelho defendeu a importância de contar com um espaço de articulação de diversos atores sociais, como o Fórum Distrital. Ele lembrou de diversas situações de violação de direitos em que atuação do Fórum foi essencial para a defesa de crianças e adolescentes. 
 
A repercussão mais recente foi anunciada em março. A Justiça do Trabalho condenou o GDF e o Serviço de Limpeza Urbana (SLU) a pagar indenização de R$19,5 milhões por permitirem o trabalho infantil no Lixão da Estrutural. De acordo com Coracy, a condenação é fruto de uma Ação Civil Pública apoiada pelo Fórum.
 
A próxima reunião foi marcada para o final de abril, para tratar da Mobilização de 12 de junho, entre outras pautas.
 
Participaram da reunião Coracy Coelho e Solange Batista, do Coletivo da Cidade; Isa Oliveira, secretária executiva do FNPETI; Ailta Barros, do Departamento de Serviço Social da UnB; as representantes da Secretaria Regional do Trabalho do Ministério do Trabalho, Alinne Meneses, Rosina Uchida e Vanessa Miranda; Keity Silva, da Casa de Ismael; Mariana Asevedo, da Secretaria da Criança do DF; Tatiana Gomes, do Centro Salesiano; Sizue Imanishi, do SLU; e André Santoro e Dulce Tannuri, da Sedestmidh. A procuradora do Trabalho Ana Maria Ramos não pode participar, mas manifestou apoio e interesse em participar do Fórum. 
Em abril, o colegiado se reúne novamente para debater a campanha de 12 de junho, pautas de articulação e a adesão de outras organizações. 
 


Deixe seu comentário

Login

Comentários (1)

simaia

09 de Abril de 2018 às 10:18:03
sou coordenadora do PETi de santa maria da vitoria - bahia, gostaria de saber como faço para participar do forum

Destaques

MPT oferece curso sobre combate ao trabalho infantil para conselheiros tutelares

As inscrições são gratuitas e estão abertas até o dia 15 de março. O curso é a distancia e começa no dia 1º de abril.

Mais de 1,8 mil crianças e adolescentes foram retiradas do trabalho infantil em 2018

Muitos estavam trabalhando em lava a jatos, oficinas mecânicas e borracharias e no comércio de bebidas alcoólicas. Os dados são da Subsecretaria de Inspeção do Trabalho (SIT).

Procuradora diz que jovens atletas são tratados como "commodities"

Rede pró-infância e juventude critica mercantilização de base

Juiz da Infância alerta sobre a proibição do trabalho infantil no carnaval de Salvador

O juiz Walter Ribeiro, da 1ª Vara da Infância e Juventude de Salvador, publicou portaria estabelecendo parâmetros protetivos para que crianças e adolescentes participem das festas de carnaval.