Notícia

23/10/2017 10:14:18 - Atualizado em 23/10/2017 10:17:44


Volta à Escola reúne estudantes para debater trabalho infantil

Atividade da Iniciativa 100 Milhões por 100 Milhões mobilizou escolas de vários países

A Iniciativa Global 100 Milhões por 100 Milhões, liderada pelo Nobel da Paz Kailash Satyarthi, realizou, na sexta-feira (20), a atividade de Volta à Escola. Instituições de ensino de todo o mundo reuniram estudantes e lideranças para tratar dos direitos de crianças e adolescentes. Temas como trabalho infantil, qualidade da educação, abandono escolar, entre outros, entraram na pauta do debate.
 
Estados Unidos, Bangladesh, Japão, Suécia, Índia, Peru, Colômbia, Reino Unido, Brasil e muitos outros países participaram da iniciativa. No Brasil, as atividades aconteceram em São Paulo (SP), Brasília (DF), Natal (RN), Salvador (BA) e Catu (BA). A 100 Milhões por 100 Milhões é coordenada no Brasil pela Campanha Nacional pelo Direito à Educação (www.campanha.org.br), com parceria temática do Fórum Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (FNPETI) e coordenação jovem. 
 
Em Brasília, o Centro de Ensino Médio Urso Branco recebeu a integrante do FNPETI e cientista social Tânia Dornellas e o subsecretário de Planejamento, Acompanhamento e Avaliação Educacional (SUPLAV) da Secretaria de Educação do DF, Fábio Pereira de Sousa.
 
No debate, os estudantes trouxeram questões relacionadas principalmente ao trabalho infantil. Assuntos como trabalho infantil artístico, malefícios do trabalho precoce e importância da educação no combate a essa exploração foram abordados. Ao final, os alunos sugeriram a realização de uma ação em uma localidade próxima em que o trabalho infantil seja mais comum. A representante do FNPETI se colocou à disposição para colaborar com a organização desta ação. 
 
Saiba mais sobre a Iniciativa 100 Milhões por 100 Milhões clicando aqui.
 


Deixe seu comentário

Login

Comentários (0)

Destaques

Adolescente de João Pessoa morre durante trabalho em pedreira

Vítima tinha 16 anos e caiu de uma altura de 20 metros; o trabalho em pedreiras é uma das piores formas de trabalho infantil

Adolescentes viajam por 10 estados para falar de participação cidadã

Confira o relato do integrante do Conapeti, Felipe Caetano, sobre o projeto que divulga a importância da manifestação jovem

Trabalho infantil: uma conversa que foi além da sala de aula

Débora Garofalo, professora de São Paulo, conta à revista Nova Escola como motivou alunos a combater a evasão escolar

AP: Escritora produz livro sobre trabalho infantil na Amazônia

Publicação infantojuvenil 'Pescadores de Sonhos' foi impresso com o auxílio do MPT