Fórum Estadual do Amazonas

  • Noticias

  • Agenda

  • Biblioteca

  • Contato

Notícia

05/06/2018 13:18:18 - Atualizado em 05/06/2018 16:08:51


Prêmio Professora Creuza Ferreira Barbosa - 1º Concurso de Redação, Poesia e Desenho do FEPETI/AM

Homenagem póstuma à Professora e Auditora Fiscal do Trabalho Creuza Ferreira Barbosa, que teve as obras e a história de vida dedicadas à prevenção e erradicação do trabalho infantil no Amazonas.

Apresentação

O 1º Concurso de Redação, Poesia e Desenho do Fórum Estadual para Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil e Proteção ao Adolescente Trabalhador no Amazonas (FEPETI/AM) será realizado em homenagem póstuma à Professora e Auditora Fiscal do Trabalho Creuza Ferreira Barbosa, que teve as obras e a história de vida dedicadas à prevenção e erradicação do trabalho infantil no estado do Amazonas.

 

Natureza

O Prêmio possui caráter exclusivamente cultural e recreativo e consiste na seleção e premiação dos melhores trabalhos de redação, poesia e desenho, produzidos pelas crianças e adolescentes do Projeto Sinaleiras e do Projeto Gente Grande, no Município de Manaus. Pelo Projeto Sinaleiras, responderá a Organização da Sociedade Civil Jésus Gonçalves. Pelo Projeto Gente Grande, responderá a Organização da Sociedade Civil O Pequeno Nazareno.

 

Tema

Os trabalhos inscritos no Concurso devem abordar o tema “Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil”. Podem ser destacados aspectos como causas, consequências, formas, cenários, políticas públicas, programas, projetos e ações de prevenção e eliminação.

 

Objetivo

O Prêmio objetiva o fomento à participação de crianças e adolescentes nas ações de mobilização, conscientização e prevenção do trabalho infantil; o reconhecimento e divulgação dos melhores trabalhos produzidos pelos alunos; e o envolvimento dos educadores nas ações de prevenção e combate à violação dos direitos de crianças e adolescentes.

 

Protagonismo de crianças e adolescentes

A produção dos trabalhos deve ser de autoria exclusiva das crianças e dos adolescentes. A participação dos educadores deve se limitar ao apoio, orientação e acompanhamento.

 

Avaliação 

Na etapa inicial, cada instituição fará a seleção dos trabalhos produzidos por seus alunos e escolherá até 5 (cinco) trabalhos por categoria. Os trabalhos inscritos serão avaliados e classificados pela Coordenação Colegiada do FEPETI/AM.

 

Premiação

Serão premiados os 3 (três) trabalhos que obtiverem as maiores notas em cada categoria, conforme os pontos atribuídos pela Comissão Julgadora. Os prêmios poderão consistir em produtos eletroeletrônicos, livros ou afins, conforme doações recebidas pelas instituições participantes do Prêmio. A premiação será destinada aos alunos e professores(as)-orientadores(as).

 

Solenidade

A entrega dos prêmios aos vencedores do Prêmio será realizada durante a abertura da Ação Alusiva ao Dia Mundial Contra o Trabalho Infantil, em 12 de junho de 2018, às 14h, no Centro de Convivência Padre Pedro Vignola, no bairro Cidade Nova, em Manaus, Amazonas.

 

Publicação

O regulamento deste Concurso ficará disponível para consulta no Portal do Fórum Nacional (www.fnpeti.org.br), onde será feita a publicação do resultado dos vencedores.

 

Manaus, 1º de junho de 2018.

 

Coordenação Colegiada do FEPETI/AM.

 


Deixe seu comentário

Login

Comentários (0)

Destaques

12 de Junho: Lançamento da Campanha no Rio de Janeiro é marcado por atividades culturais e participação da sociedade

Realizado no Museu do Amanhã, evento foi aberto ao público e contou com oficinas, apresentações e manifestações culturais

Artigo: 12 de Junho, para além do dia dos namorados

Combater o trabalho infantil exige a decisão do Estado brasileiro em investir em políticas públicas de combate às vulnerabilidades sociais, aponta integrante do FNPETI em artigo para a Carta Educação

ESMPU realiza simpósio sobre trabalho infantil de crianças e adolescentes

Evento discute ações práticas de conscientização, prevenção e combate à exploração do trabalho infantil

FNPETI mobiliza comunidade escolar contra o trabalho infantil

Mais de mil alunos participaram de contação de histórias sobre direitos das crianças