Fórum Estadual de Alagoas

  • Noticias

  • Agenda

  • Biblioteca

  • Contato

Notícia

30/10/2018 10:12:28 - Atualizado em 30/10/2018 17:00:33


Corrida TRT/AL Trabalho Seguro e Corridinha contra Trabalho Infantil reúnem 1500 atletas

Nesta edição, a Corridinha TRT/AL teve a participação especial de 21 crianças de Ipioca, Pescaria e Riacho Doce, atendidas pelo Programa Integração AABB Comunidade.

Mais de 1500 atletas participaram, no último sábado (27.10), da 4ª edição da Corrida e Caminhada TRT/AL Trabalho Seguro e da Corridinha TRT/AL de Combate ao Trabalho Infantil. O evento, que já virou tradição no circuito de corridas de rua de Alagoas, reuniu atletas de vários Estados. A principal finalidade da iniciativa é chamar atenção para a importância da prevenção de acidentes no ambiente de trabalho e para as ações de combate ao trabalho infantil.

Os atletas também deram exemplo de solidariedade e foram responsáveis pela doação de 265 quilos de alimentos não perecíveis, que serão distribuídos às instituições sociais assistidas pelo Programa TRT Solidário. Entre os participantes desta edição, destaca-se a ministra do Tribunal Superior do Trabalho (TST) Delaíde Miranda Arantes, gestora Nacional do Programa Trabalho Seguro, que correu a prova dos 5km. Antes da largada, a ministra ressaltou a importância da iniciativa e pediu aos atletas um sonoro "não" ao trabalho infantil e um "sim" ao trabalho seguro.

O presidente do TRT/AL, desembargador Pedro Inácio da Silva, agradeceu a todos os presentes e lembrou que o Tribunal promove esse evento para reforçar a importância do trabalho seguro por salvar vidas e também que não podemos admitir em hipótese alguma o trabalho infantil. Ele também agradeceu aos patrocinadores, órgãos públicos envolvidos e demais servidores e trabalhadores envolvidos na realização da corrida. "Aproveito para confirmar a realização da 5ª edição, em setembro de 2019", avisou.

PERCURSO - O percurso da prova de 5km foi o mesmo das três primeiras edições: saindo do Memorial à República, seguindo pela Avenida da Paz, até o início da Av. Antonio Gouveia e retornando próximo ao DNIT. De lá, os participantes seguiram até as proximidades do prédio sede do TRT/AL, retornando para sua conclusão no Memorial à República. Já a prova de 10km teve percurso inédito, de uma volta. Para isso, os atletas seguiram até as proximidades da rotatória da Braskem, de onde retornaram para cruzar a linha de chegada no Memorial.

A temática do combate ao trabalho infantil esteve presente na prova kids deste ano que, a partir desta edição, passou a se chamar Corridinha de Combate ao Trabalho Infantil. Nesta edição, a Corridinha TRT/AL teve a participação especial de 21 crianças de Ipioca, Pescaria e Riacho Doce, atendidas pelo Programa Integração AABB Comunidade, articulada pelo Fetipat. O projeto de inclusão social tem o objetivo de promover atividades socioeducativas para crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social, por meio de ações que buscam contribuir para evitar a repetência escolar e que os pais as insiram no trabalho infantil.  

As atrações musicais e folclóricas espalhadas ao longo do percurso, mais uma vez, foram um show à parte. A exemplo das edições anteriores, os super-heróis da Carreta Furação e a banda Fanfarra Anjo Gabriel contagiaram os atletas com a força da música, da dança e da coreografia. Também teve o bumba meu boi, o túnel com música eletrônica, os passistas e percussionistas da Escola de Samba Gaviões da Pajuçara e a Orquestra Filarmônica Carlos Gomes, de Marechal Deodoro - a segunda mais antiga do Estado. Os covers do rei Roberto Carlos e de Cláudia Leite e a Orquestra Força Jovem também deram a tônica do repertório musical eclético entoado no evento.

VENCEDORES - Todos os atletas receberam medalha de participação ao final da prova. Os cinco melhores colocados nas provas de 5km e 10km geral e na categoria Servidor TRT, receberam troféus. Também houve premiação por faixa etária para os três primeiros colocados em 20 categorias.

Na prova masculina geral dos 10 km, o primeiro colocado foi o atleta Paulo Machado, que completou o percurso em 32 minutos e 48 segundos; em segundo lugar, Roberto Nascimento dos Santos, com 00:33:44; em terceiro, Laércio Alves do Nascimento, com 00:35:29; em quarto, Alan Cardoso, com 00:37:12 e, quinto, Cícero Carlos Almeida, com 00:37:23.

Na prova feminina dos 10 km geral, a atleta Renata Sarmento Monteiro obteve o primeiro lugar, com o tempo de 45 minutos e três segundos; em segundo, Tatiane Fernandes da Silva, com 00:45:53; em terceiro, Deisy Elizabeth de Andrade, com 00:47:47; em quarto, Mary Janne dos Santos, com 00:48:15 e, em quinto, Carla Barros, com 00:48:25.

Nos 5km, prova geral masculina, o vencedor foi Clebson João da Silva, com o tempo de 16 minutos e 57 segundos; na segundo colocação, Isaac Melo, com 00:19:24; na terceira, Enoque Matias Freitas, com 00:20:13; em quarto, Rogério Carlos Lopesro, com 00:20:16; em quinto, Alex Sandro dos Santos, com 00:21:13. No feminino, a primeira colocada foi Tatiana Kelly da Silva, com 22 minutos e 36 segundos, a segunda posição ficou com Cristiane Evelyn, com 00:22:47; na terceira, Maria Aparecida Araújo, com 00:23:16; na quarta, Mariana Gomes, com 00:25:12. A quinta colocada foi Mixelândia Cavalcanti Galvão, com 00:25:16.

Entre os servidores, o vencedor dos 10km foi Sidney Pereira, com tempo de 42 minutos e 29 segundos; em segundo, Vicente Nunes Júnior, com 00:42:47; em terceiro, Marcos Antônio Apolônio, com 00:51:44; em quarto, Guilherme Falcão, com 00:52:36; em quinto, Petrúcio Pereira, com 00:53:47. No feminino, a primeira colocada foi Carla Azevedo Batista, com o tempo de 49 minutos e 26 segundos; a segunda colocação ficou com Renata Simplício, com 00:54:25; a terceira, com Simone Moura e Mendes, com 00:57:49. A quarta colocada foi Maria Betânia Lemos, com 01:06:13.

Na prova dos 5km masculino para servidores, o primeiro colocado foi Edijânio Gomes Barbosa, com o tempo de 23 minutos e 05 segundos; o segundo foi Paulo Gomes de Mello Júnior, com 00:24:04; o terceiro, Steves Lucas Barbosa, com 00:24:48; o quarto, Marcus Vinícius de Brito Camelo, com 00:25:56. O quinto colocado foi Tiago Pimentel Gomes, com 00:27:27

Entre as servidoras,  a vencedora foi Denise Sampaio, com o tempo de 29 minutos e 52 segundos; em segundo, Maria Vanuzia Gadi, com 00:30:57; em terceiro, Márcia Cristina Leite, com 00:30:00; em quarto,  Isabela Patrícia Paes, com 00:31:31 e, em quinto, Mônica Maria dos Santos Barros, com 00:31:39.

CAMPANHA - Segundo dados do Anuário Estatístico da Previdência Social referentes ao ano de 2016, foram registrados 578.935 acidentes de trabalho no Brasil, sendo 68.838 na região Nordeste e 4.425 em Alagoas. Desse total, 12.502 foram casos de adoecimento relacionado ao trabalho registrados no país. No Nordeste foram 2.314 casos de adoecimento e em Alagoas, 91.

Nos últimos seis anos (2012 a 2017), 15.675 crianças e adolescentes no Brasil (até 17 anos) foram vítimas de acidentes graves no trabalho, segundo o Observatório Digital de Saúde e Segurança do Trabalho, ferramenta do MPT e da OIT. Do total de vítimas, 72% (11.329) são do sexo masculino e 27,7% (4.346) são do sexo feminino.

No Brasil, cerca de 2,7 milhões de crianças e adolescentes, na faixa etária de 5 a 17 anos, são explorados pelo trabalho precoce (dos quais 74 mil na Paraíba, sendo 64% do sexo masculino e 36% do sexo feminino), segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad 2015), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Essas estatísticas também são uma amostragem e, portanto, não consideram as vítimas do narcotráfico e nem de outras atividades ilícitas e insalubres.

A prova é promovida pelo Tribunal Regional do Trabalho de Alagoas (TRT/AL) e pela Associação dos Servidores da Justiça do Trabalho da 19ª Região (Asstra 19), com apoio do Programa Nacional de Prevenção de Acidentes de Trabalho do Tribunal Superior do Trabalho (TST) e Programa de Combate ao Trabalho Infantil e Estímulo à Aprendizagem. São parceiros na realização do evento, o Serviço Social da Indústria (Sesi), a Associação Nacional dos Servidores da Justiça do Trabalho (Anajustra), o Programa de Assistência à Saúde do TRT 19 (ProTRT 19), Caixa Econômica Federal, Casal, Usina Coruripe, água mineral Solara, Bauducco/Cereale, Ao Pharmacêutico e Asa Branca Distribuidora.

 

Galeria de imagens

 

Fonte: TRT/AL


Deixe seu comentário

Login

Comentários (0)

Destaques

FNPETI realiza última plenária do ano

Encontro sucedeu oficina para discussão sobre participação de adolescentes com integrantes da rede do Fórum

Participantes de Seminário Nacional divulgam Carta de Brasília pela Erradicação do Trabalho Infantil

Documento conclama a necessidade de eliminação das piores formas de trabalho infantil, entre outros pontos

CONTAG repudia proposta de modalidade de ensino à distância no campo

Educação do campo precisa acontecer no campo e com currículos escolares ajustados ao contexto e à realidade dos povos do campo

MIEIB lança nota pública em defesa da democracia e dos direitos humanos

Nota refere-se ao contexto das eleições para Presidência do Brasil